A Educação Marxista no Brasil precisa acabar!
09/11/2018
Salvem Roraima! – As ONGs Internacionais
29/11/2018

Dividir “Posse do Porte”

 

Dividir “Posse do Porte” (estratégia totalitária de Lenin conhecida como o teatro das tesouras, utilizada pelo comunismo fabiano) é sem dúvida uma das tantas aberrações Jurídicas, para sentenciar somente aqueles que possuem armas legais, sendo impedidos por força de lei draconiana, de portá-las ou utilizá-las, proibindo e criminalizando o pronto emprego ao cidadão honrado, para que possa exercer o direito e o dever à Legítima Defesa, criminalizando assim qualquer possibilidade de aplicação do excludente de ilicitude implícito nos artigos 23 ao 25 do Código Penal.

Estas Leis em vigor só servem para favorecer o crime organizado e criminalizar a sociedade esclarecida. Pois a criminalidade jamais irá respeitar lei alguma, evidenciando que o Estado na atual conjuntura, se tornou leviano, não confiável, tendencioso, totalitário, quer cercear, dominar, manobrar e causar danos irreversíveis, não só danos morais, como materiais e psicológicos, como é o caso da doença psicossomática da armofobia, que destrói a capacidade do ser humano de se defender de uma ameaça eminente.

Em outras palavras essas Leis Draconianas adotadas pelo estado, como a Lei do Desarmamento e o decreto que à regulamenta, quer realmente manobrar a sociedade, emburrecendo-a, manipulando-a, adoecendo-a, usurpando os direitos pétreos de auto defesa para a preservação da vida!

(Nota Publicada no Site Corpus Iuris de autoria de Nando Patriota)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: