Alerta: O Governo das Sombras (Nova Ordem Mundial) Famílias Rockefeller – Rothschild – George Soros Clube de Bilderberg
05/11/2017
A Ditadura do Desarmamento
10/12/2017

Ações Globalistas em ação:

O Desarmamento e a Fraude das Urnas Eletrônicas

Diversas ações Globalistas estão em andamento no Brasil, que promovem o cerceamento da liberdade do cidadão de bem o controle da população, visando a implantação de um Regime Totalitarista em nosso País.

Duas destas ações são o desarmamento da população, através do Estatuto do Desarmamento, deixando o povo refém de oligarquias internacionais que comandam de forma oculta toda as esferas de nossa sociedade; e outro ponto trata-se das urnas eletrônicas fraudáveis, que refletem a falsa democracia que vivemos, onde aparentemente temos o direito ao voto, mas na verdade não o temos, pois todos os políticos eleitos são cartas marcadas em um processo de votação criminoso, através de urnas eletrônicas que praticamente votam-se sozinhas.

O Criminoso Estatuto do Desarmamento:

O aumento da criminalidade no Brasil teve grande impulso devido ao criminoso Estatuto do Desarmamento, encomendado por membros do Clube de Bilderberg, através de seus políticos comprados e ligados ao Foro de São Paulo. Esta ação criminosa promoveu o armamento de traficantes e criminosos em nosso País e o desarmamento do cidadão de bem. Inclusive, há a ligação do PCC com o grupo terrorista Hezbollah, para venda de armas e drogas. Todos eles estão, direta ou indiretamente, seguindo as ações planejadas da Esquerda Mundial.

O Estatuto do Desarmamento é uma criminosa, que foi revogada pelo povo, pois o povo não quer. Os eleitores disseram “não” à proibição proposta pelo referendo, com 63,94% de votos válidos. É uma lei forçada, ou seja, uma Lei Draconiana contra a própria opinião e vontade popular. Não é democracia, é tirania! Instituições que são obrigadas a obedecer à essa tirania, tornam a ação ainda mais terrível.

Isto mostra a tirania de um governo ditatorial, que não obedece à democracia, pois não lhe interessa a democracia. Não lhe interessa normalizar a vontade do povo, entrar em normas, em leis, em que todos têm direito ao armamento.

Urnas Eletrônicas Fraudáveis:

Nós temos um TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que foi comprado por George Soros e pelo narcotráfico. A ligação está entre Aécio Neves (senador pelo Estado de Minas Gerais, que já foi hospitalizado com overdoses de cocaína várias vezes) e Gilmar Mendes (ministro do STF).

O Estado Democrático de Direito tem uma Ordem Democrática por um bom senso comum, onde a maioria vota por algo, que se considera o melhor a ser estabelecido para a Nação. Porém, a sociedade não é requisitada, colocam-se urnas eletrônicas que praticamente votam-se sozinhas (Smartmatic). Elege-se quem eles querem, para depois colocar a culpa no povo: “O povo votou errado”.

Vejam como distorcem a verdade. Está comprovado que as urnas eletrônicas são fraudáveis, e não adianta ter o voto impresso, porque também existem meios de fraudá-lo. Antes da urna eletrônica, quando nós tínhamos que escrever, já existiam as fraudes, nas quais sumiam muitos votos.

Por isso é necessário o policiamento, este é o ponto. Ou nós iremos fazer com que a fraude e a corrupção se tornem cultura? Que se tornem algo que se ensine, que seja uma matéria na escola, para você aprender a ser um salafrário, um estelionatário… Nós não podemos admitir, senão onde é que vamos parar?!

Levantem-se!

Adsumus.

Leia também: http://www.corpusiuris.org/index.php/o-clube-de-bilderberg/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: